16 de out de 2012

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.


21 de jul de 2012

Medo

Escalando uma
montanha
Com o medo a me
acompanhar
Sigo a risca a
façanha
De ao topo chegar...

Com as pernas
sempre a tremer
Sigo firme e forte
Sem jamais
estremecer!

E chegando ao topo
Vejo a recompensa
De que tudo posso
olhar
Olhar para a imensa
vista
Sem me cansar! 

(Tania Regina)

20 de jun de 2012

Te amo todo esse tempo


Te amo todo esse tempo ainda não te esqueci;
Te amo para sempre sem você não sou feliz.
A solidão é amarga e fere a minha alma, mas só me faz te amar mais.
Passe o tempo que passar nunca vou deixar de te amar;
Se em outros labios me perdi foi tentando te encotrar.
Pois se me esqueces-te não me faz mas sentido viver nessa vida;
Te amo para sempre ___________________ minha querida.


De: André Luiz dos Santos

29 de mai de 2012

Moça na cama

Papai tosse, dando aviso de si,
vem examinar as tramelas,
uma a uma.
A cumeeira da casa é de peroba do campo,
posso dormir sossegada. Mamãe vem me cobrir,
tomo a bênção e fujo atrás dos homens,
me contendo por usura, fazendo render o bom.
Se me tocar, desencadeio as chusmas,
os peixinhos cardumes.
Os topázios me ardem onde mamãe sabe,
por isso ela me diz com ciúmes:
dorme logo, que é tarde.
Sim, mamãe, já vou:
passear na praça em ninguém me ralhar.
Adeus, que me cuido, vou campear nos becos,
moa de moços no bar, violão e olhos
difíceis de sair de mim.
Quando esta nossa cidade ressonar em neblina,
os moços marianos vão me esperar na matriz.
O céu é aqui, mamãe.
Que bom não ser livro inspirado
o catecismo da doutrina cristã,
posso adiar meus escrúpulos
e cavalgar no topor
dos monsenhores podados.
Posso sofrer amanhã
a linda nódoa de vinho
das flores murchas no chão.
As fábricas têm os seus pátios,
os muros tem seu atrás.
No quartel são gentis comigo.
Não quero chá, minha mãe,
quero a mão do frei Crisóstomo
me ungindo com óleo santo.
Da vida quero a paixão.
E quero escravos, sou lassa.
Com amor de zanga e momo
quero minha cama de catre,
o santo anjo do Senhor,
meu zeloso guardador.
Mas descansa, que ele é eunuco, mamãe.


De: Adélia Prado

28 de abr de 2012

Recomeçar


Desilusões descontentanmento depressão e principalmente
decepção.
A cada dia decisão que tomamos temos que suportar a terrível possibilidade de chances.
De dar certo ou errado
Quando tudo ocorre bem é so alegria
Quando não sofrimento tristeza sentimentos esses que não devemos alimentar

Não podem durar por muito tempo
Devemos olhar o mundo da seguinte forma
Cada amanhecer é uma nova oportunidade que a vida esta nos dando
Chance de mantermos fortes os objetivos alcançados ou de recomeçar e iniciar novos planos
Se acordou vivo

É porque sua missão ainda não esta concretizada
A vida a natureza
O ar que voçê respira é uma prova que o mundo conspira a seu favor
Seja mais forte que a gravidade
Ela e as circuntâncias fazem voçê abaixar a cabeça

Mas a vontade a garra e a perseverança nos tornam resistentes
E quando queremos nada nos impede de nos levantar sabe por que?
Porque você esta sempre pronto pra busca o que almeja e o que falta para a mais completa felicidade.


milena pimentel

Alguém Especial


Tenho guardado na memória e no coração:
Cada olhar brilhante que trocamos,
Cada sorriso feliz que sorrimos...
Cada aperto de mão que nós demos ...
Cada mensagem enviada,
Cada palavra dita...
Cada lágrima de alegria chorada
E cada música ouvida
E cada conversa que tivemos
Dentro da amizade, cumplicidade
e afinidade tão grandes...
Seria uma emoção de invadir o coração..
Saber que você guarda sempre em sua memória:
Que eu te amei, te amo e te amarei...
Pois não há distância que afaste um grande amor...
Nem tempo que faça esquecê-la...
Nem barreiras que não sejam vencidas...
Mesmo que hoje você não consiga,ver que é especial...
 

 [Gabriel Gripp]

29 de fev de 2012

Sozinho contra o mundo


Sonhei com o paraíso e acordei no inferno, e por falar em sonho, certa vez me disseram que ao correr atrás dele a gente o alcança.
O problema é que esqueceram de alertar que não depende só de você para correr atrás, mais pessoas devem estar dispostas a ajudá-lo pois sozinho ninguém sai do lugar.
E como na medida que o tempo passa mais e mais as pessoas são egoístas, o jeito é aceitar calado tudo o que esse sistema te impõe.
Meu sonho era simples, só queria ter a liberdade de viver em paz, mas parece que para este povo alienado por este sistema egoísta e cruel a guerra é bem mais interessante.
Não quero guerrear para conquistar a paz, não deve ser assim.
 
Gustavo Sauer
 
 

A luz que brilha


No escuro da saudadde
habita um triste pensamento
Que busca intensamente
Uma alegria antes perdida
Perdida...No tempo
Perdida...Nas folhas secas jogadas ao vento
Perdida...Nas belas tardes de outono.

São longas as jornadas
E na longa estradas
Os caminhos são tortuosos
Espinhos existem
Mesmo assim  meus pés insistem
Numa busca sem fim
Esconde de mim, no fundo de mim
A luz que eu procuro
Foges de mim

A alegria perdida ,antes contida
No perfume das flores
E hoje perdida no orvalhar
Da relva de toda manhã
Perdida nos raios de sol
escondidos da noite.
Atrás das estrelas
Na magia da lua...esconde de mim

Eu busco no centro do mundo
E bem la no fundo
A luz brilha forte
Eu sigo feliz meu caminho
E chego a um ninho
De acalento e amor.

Flores aos montes
belas fadas encantam
Um mundo perdido
Atravesso campos emborboletados
Vaga lumes piscando
E sinto que esta prestes a chegar
O que tanto anseio e vim procurar

Os pes cansados mas sempre no chão
Pensamentos voando
Seguindo sempre o coração
A luz que procuro ...
A felicidade perdida
Um dia ei de achar..

A luz que brilha,vem chegando
Romantica Apaixonda
 
 

Desejo Profundo



Quero a sua felicidade
tanto quanto a minha!
Na soma Busco a unidade,
o que vem depois, já se adivinha!

Conviver com alegria
é o que todo mundo quer,
ainda mais com amor,
onde se destaca o bom humor!

Não há dúvida, pois é,
esse é o melhor caminho!
Que expressa o bom viver,
alimentando os sonhos
e o nosso querer.

Tildé
 
 

17 de fev de 2012

Longe de ti

Longe de ti, se escuto, porventura,
Teu nome, que uma boca indiferente
Entre outros nomes de mulher murmura,
Sobe-me o pranto aos olhos, de repente...

Tal aquele, que, mísero, a tortura
Sofre de amargo exílio, e tristemente
A linguagem natal, maviosa e pura,
Ouve falada por estranha gente...

Porque teu nome é para mim o nome
De uma pátria distante e idolatrada,
Cuja saudade ardente me consome:

E ouvi-lo é ver a eterna primavera
E a eterna luz da terra abençoada,
Onde, entre flores, teu amor me espera.

(Olavo Bilac)

 
 

10 de fev de 2012

Soneto do amigo


Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
 
 
Vinicius de Moraes

14 de jan de 2012

Amor em paz

Eu amei
Eu amei, ai de mim, muito mais
Do que devia amar
E chorei
Ao sentir que iria sofrer
E me desesperar

Foi então
Que da minha infinita tristeza
Aconteceu você
Encontrei em você a razão de viver
E de amar em paz
E não sofrer mais
Nunca mais
Porque o amor é a coisa mais triste
Quando se desfaz  

Vinícius de Moraes

LEMBRANÇAS DA INFÂNCIA

Lembro quando era menino, nos preparativos para a primeira comunhão, que quiseram nos impingir uma coisa horrível sobre o pássaro Bem-te-vi, segundo eles, o pássaro tinha aquele canto para avisar onde Jesus estava, para poder ser cassado pelos guardas romanos ou seus aliados, qualquer coisa assim, e muitos outros absurdos que nos ensinavam, por essa doutrina ignóbil que a cristã/judaica, que vem de geração em geração, coisas de religião, uma querendo ser melhor que a outra, e na realidade o grande mal do mundo são as religiões, haja visto o que acontece no oriente médio e também por aqui, não pela guerra, mas para angariar cada vez mais “ dízimos “ dos incautos, pelo desespero de que esses tem de melhorar na vida, custe o que custar.

Hoje sou um cético, tenho muito medo das pessoas que tem sempre o “ deus “ na boca, porque esse mesmo “ deus “ pode ser o nosso inferno, pode ser um absurdo para muitos o que penso mas penso assim e não mudarei meu modo de ser, porque tenho plena consciência que não prejudico ninguém, e alias para tentar ajudar acabo eu me prejudicando, e no máximo o que gosto é uma boa conversa no pé de ouvido de um “ Caboclo velho “ , que me conforta de minhas aflições e de vez em quando acendo uma vela para um menino que só eu via quando criança e ficava horas e horas, debaixo da escada que tinha em minha casa no bairro da Moóca em São Paulo, a conversar sobre um monte de coisas, ele me falava das cidades da Itália e depois, quando ia embora , eu ia conversar com meu pai, sobre o que ele tinha me dito, e meu pai, apesar de nunca ter ido a Itália, lia muito a respeito e me confirmava tudo, mas um belo dia quando comecei a ter amizade com outros meninos ele foi embora e disse que sempre estaria olhando por mim, sempre acreditei nisso, e hoje pelas aflições que passo o que mais queria é que ele voltasse um dia e me desse uma palavra de conforto.

Quanto ao Bem-te-vi, aqui em Ribeirão Preto, onde moro, todo dia eles cantam, há muitos deles aqui, e o meu primeiro pensamento do dia, é uma “ Fada rodeada de bem-te-vis “ , que me olha com um olhar meigo e/ou de reprovação, pus isso numa poesia que fiz, se chama “ Mata Intima “,
e então não tem como começar todo dia com esse pensamento meu da “ Fada “ que só eu vejo em minha mente e não terei mais a oportunidade de vê – la pessoalmente, é, meus amigos, porque essa “ Fada “ existe, e feliz é aqueles que podem compartilhar da sua presença.
M.A.Tisi

2 de jan de 2012

Venturoso Ano Novo



Na vida o tempo
Se revela com dupla função:
Ser um grande aliado
Ou uma grande maldição.
Tu foste o ano de minha bem-aventurança,
Abriste as portas de novos tempos,
Desfizeste a ambiguidade e plantaste a esperança.
És um marco em minha vida,
Pois em ti renovei forças
E encotrei guarida.
Para sempre indelével, és tu, meu ano dourado,
Me fizeste vislumbrar um horinzonte exitoso
E navegar em mares nunca dantes navegados.
Tu és a inspiração de anos vindouros.
Como te aprecio e te aplaudo
Meu ano de ouro
Te esperei com tenaz ansiedade
Mesmo em meio ao caos
E oa desentendimento
Sabia que como luz no fim do túnel,
Despontarias para ser o meu alento.
Seja bem-vindo
Meu ano de ouro,
E sejas o portal promissor de outros anos vindouros.



 Autoria: Alberto Lopes